sexta-feira, 29 de maio de 2009

BOM FIM-DE-SEMANA

COMPREENDER E CUIDAR - PCT

No âmbito da Formação Cívica, continuamos a trabalhar as atitudes.

O livro escolhido foi "Compreender e Cuidar".

Ensinar as crianças a compreenderem e a respeitarem os outros.

Este livro, para além de desenvolver sentimentos de empatia nas crianças, ajuda-as, também, a compreender que as pessoas podem ter sentimentos diferentes dos seus, orientando-as, ainda, para a importância de saber ouvir e respeitar ou outros.

Ouvimos a leitura, e debatemos sobre o tema, no nosso Conselho de Turma.

“Patachu, O Gato Matreiro”

PROJECTO DE ESCRITA COLABORATIVA
das turmas de 1º Ano

-Patachu, foste tu que entornaste o aquário?
-Eu? Nem por sombras
Estava a dormir no armário.


-Patachu, foste tu que rasgaste o reposteiro?
-Eu? Nem por sombras
Estava a dormir no roupeiro.

-Patachu, foste tu que roubaste a mortadela?
-Eu? Nem por sombras
Estava a dormir à janela.


-Patachu, foste tu que estragaste a sardinheira?
-Eu? Nem por sombras
Estava a dormir na cadeira.



-Patachu, foste tu que me partiste a jarrinha?
-Eu? Nem por sombras
Estava a dormir na salinha.

-Patachu! Patachu!
Dissimulado. Marau.
Ponha-se na rua
ou dou-lhe com um pau.

Acabou-se a boa vida,
almofadinhas, carapau
e mimos, boa comida,
açorda de bacalhau….

Acabou-se e toca a andar.
A andar e a correr.
Vá, vá vadiar.
Nunca mais o quero ver.


Então o Patachu, todo veludo,
miou para mim:
-Fui eu que fiz tudo,
mas não volto a fazer.


Com estas falas assim
que há-de um coração dizer?
Deixei entrar o malandrim
e fui buscar um besugo
que estava a cozer.


António Torrado
“À esquina da Rima Buzina”
Depois de termos explorado este poema com os alunos, recriamos apenas uma estrofe, completando-a com uma palavra que rime.
Original:
-Patachu, foste tu que me partiste a jarrinha?
-Eu? Nem por sombras
Estava a dormir na salinha.
Versão recriada:
-Patachu, foste tu que me partiste a jarrinha?
-Eu? Nem por sombras
Estava a dormir na caminha.
Este trabalho foi feito por todas as turmas de 1º Ano.
Cada turma, alterou a sua estrofe.
Mais tarde, apresentaremos como ficou o nosso poema: "Patachu, O Gato Matreiro"

quarta-feira, 27 de maio de 2009

QUE DELÍCIA... pão quentinho!





Hoje tivemos esta agradável surpresa...
trazida pelo irmão do nosso colega de turma Henrique Ribeiro, que festeja hoje o seu décimo aniversário.

PARABÉNS, DUARTE RIBEIRO !

Recebemos um ENORME pão quentinho...
que acompanhámos com manteiga ou doce de morango.
Esta deliciosa oferta foi feita pelo Senhor JOÃO, avô do Duarte e do Henrique.

Todos nós agradecemos ao Avô JOÃO...

quinta-feira, 21 de maio de 2009

Uau... O Magalhães chegou à nossa sala.

O primeiro dia em que o Magalhães veio à sala...

...aqui ficam algumas imagens.

Utilização das TIC na sala de aula

montafoto.com
Ouvimos com muita atenção as explicações da professora.

montafoto.com
Pela primeira vez trabalhámos com o Magalhães.

Primeiro aprendemos algumas funções. Escrevemos o nosso nome, a data e algumas frases.

Depois, abrimos uma pasta onde guardámos o que fizemos.

Foi...
FANTÁSTICO!!!!
Na próxima 5ª feira há mais...

HOJE, 21 DE MAIO, CELEBRA-SE A FESTA DA QUINTA-FEIRA DE ASCENSÃO

- DIA DA ESPIGA -
Esta festa religiosa celebra-se sempre 40 dias depois da Páscoa e festeja a subida de Jesus Cristo ao céu: aliás, é esse o significado da palavra ascensão - subida.
Na tradição popular é também o Dia da Espiga, e neste dia as pessoas pedem a Deus um bom clima e chuva para Maio, para as colheitas de cereal desenvolverem bem e o povo ter pão para todo o ano.

É tradicional neste dia ir ao campo e colher um raminho da espiga, em que cada elemento simboliza um desejo:
- A espiga - que haja pão (isto é, que nunca falte comida, que haja abundância em cada lar).

- O ramo de oliveira - que haja paz (lembra-te que a pomba da paz traz no bico um ramo de oliveira) e que nunca falte a luz (divina). (Dantes as pessoas alumiavam-se com lamparinas de azeite, e o azeite faz-se com as azeitonas, que são o fruto da oliveira.)

- Flores (malmequeres, papoilas, ...) - que haja alegria (simbolizada pela cor das flores - o malmequer ainda «traz» ouro e prata, a papoila «traz» amor e vida.

"O Nabo Gigante" - PNL

"O Nabo Gigante"

É um conto original russo recolhido por Alexis Tolstoi no século XIX.

Como iniciámos o estudo das plantas, optámos pela exploração desta engraçada história.

Primeiro ouvimos com muita atenção, a leitura que a professora fez da história...

... depois assistimos a um vídeo feito por outros meninos alusivo a este conto.

Foi muito divertido ver as personagens ganharem vida!


Aqui estão alguns dos nossos trabalhos.




Explorámos vários conteúdos ao nível da Língua Portuguesa, Estudo do Meio, Matemática, Expressão Plástica e Formação Cívica.

terça-feira, 19 de maio de 2009

ENSINO EXPERIMENTAL - "Despertar para a Ciência"

Vamos começar a realizar experiências sobre...

ELECTRICIDADE...

Lâmpadas, pilhas e circuitos



Esperem para ver!

"O Casamento da Gata" - PNL



Esta história em verso de sabor tradicional,

a que não falta um toque pessoal de imaginação

e humor, é um convite para quem goste de festas

originais, divertidas, onde tudo pode acontecer.

Bem divertida...

sexta-feira, 15 de maio de 2009

DIA DA FAMÍLIA

15 de Maio

quinta-feira, 14 de maio de 2009

PARA TI...

MARIANA PERES


Beijinhos da professora!

segunda-feira, 11 de maio de 2009

AULA DE EXPRESSÃO FÍSICO-MOTORA
Uma das nossas aulas preferidas...

montafoto.com

... e bem divertidas!

montafoto.com

... Obrigada professor Ilídio!

segunda-feira, 4 de maio de 2009

FERIADO MUNICIPAL


A 4 de Maio feriado municipal, realiza-se a maior festa religiosa do concelho, em honra do Senhor Jesus das Chagas, uma imagem muito venerada pelos pescadores da Vila.
A tradição desta festa remonta ao século XVI e a procissão, que sai da Igreja Matriz em homenagem ao Senhor das Chagas é das maiores do Sul do País.

domingo, 3 de maio de 2009

DIA DA MÃE


Para alguém muito especial...
a minha MÃE !


sexta-feira, 1 de maio de 2009

1º de Maio - DIA DO TRABALHADOR

Gifs - Flash - Fotos e Videos Para seu Orkut

Fernando Pessoa

Fernando Pessoa
Posso ter defeitos, viver ansioso e ficar irritado algumas vezes,
mas não esqueço de que minha vida é a maior empresa do mundo.
E que posso evitar que ela vá a falência.
Ser feliz é reconhecer que vale a pena viver
apesar de todos os desafios, incompreensões e períodos de crise.
Ser feliz é deixar de ser vítima dos problemas e
se tornar um autor da própria história.
É atravessar desertos fora de si, mas ser capaz de encontrar
um oásis no recôndito da sua alma .
É agradecer a Deus a cada manhã pelo milagre da vida.
Ser feliz é não ter medo dos próprios sentimentos.
É saber falar de si mesmo.
É ter coragem para ouvir um 'não'.
É ter segurança para receber uma crítica, mesmo que injusta.
Pedras no caminho?
Guardo todas, um dia vou construir um castelo...
(Fernando Pessoa)